Ponto (Canção sem Palavras)
Naiara Lira

Escrito em 04 de novembro de 2011,

o texto refere-se a "Novembro",

música instrumental composta no mesmo dia,

faixa número seis do disco.

Cheguei em casa e corri para o piano...

Só ele me entende, pensei.

As três primeiras notas já estavam escorrendo pela ponta dos dedos

E tinham formato de lágrimas: aquelas que já não choro...

Ponto.

É o nome da canção sem palavras

Que compus pra lembrar de esquecer.

Mas que frase começa com um ponto?

Aquela que pretende nem iniciar uma história,

Aquela que acaba antes de "ser uma vez",

Antes de testar...Não pessoas, mas situações.

 

Um ponto evita muita coisa,

De fato, evita tudo!

Pois bem, hoje, pela primeira vez,

Minha alma te amou pela última vez e

Cravei o ponto ciumento e covarde q me ofereceu,

Logo depois que seus dedos cuidadosos

Soltaram desleixados minha carta de amor no banco de trás...

Shhhhhhhhhh! Não vou dizer nada a ninguém,

Não há o que dizer!

A canção é muda...

Rezo para que não volte atrás,

O sol não espera!

É tarde.

.

 

 

 

 

 

Copyright © 2013 Naiara Lira   |  Por Tályta Almeida

  • Wix Facebook page
  • SoundCloud App Icon
  • YouTube Classic

Webmaster Login