Enredo de Liberdade
Naiara Lira

Porque algumas despedidas precisam ser comemoradas :D

Novembro de 2014

Liberdade, Liberdade!

 

Ele levantou sozinho e abriu a porta,

Eu fiquei. Sem culpa!

Passei a chave meu bem e fiz um samba!

 

E se pá ainda fecho a janela que é pra nem ouvir se a voz dele chamar

Me banhei com o sal de 7 mares que é pro cheiro dele desimpregnar

Fiz um brinde pra passar bem,

Depois dei as cadeiras e fechei o bar!

 

Liberdade, liberdade!

Mãe do mar levou o nome dele

Acendi uma vela pra nunca voltar!

Liberdade, liberdade!

 

Ele levantou sozinho e abriu a porta,

Eu fiquei. Sem culpa!

Passei a chave meu bem e fiz um samba!

 

Olha bem pra minha cara preta, eu tenho dendê, não tem porque chorar!

É melhor quando vaza sem drama,

Hoje ainda faço um frevo pra comemorar!

E se canto a canção pra você é porque a ele nem isso eu quis dizer!

 

Liberdade, liberdade!

Me banhei com o sal de 7 mares que é pro cheiro dele desimpregnar!

Liberdade, liberdade!

Olha bem pra minha cara preta, eu tenho dendê, não tem porque chorar!

Liberdade, liberdade!

Fiz um brinde pra passar bem,

Depois dei as cadeiras e fechei o bar!

Liberdade, liberdade, liberdade, liberdade, liberdade, liberdade...

 

 

 

 

 

Copyright © 2013 Naiara Lira   |  Por Tályta Almeida

  • Wix Facebook page
  • SoundCloud App Icon
  • YouTube Classic

Webmaster Login